Brazilian Journal of Pain
https://brjp.org.br/article/doi/10.5935/2595-0118.20220018
Brazilian Journal of Pain
Original Article

Nursing actions in the management of pain related to the use of a patient-controlled analgesia pump during the postoperative period of cardiac surgery

Atuação da enfermagem no gerenciamento da dor relacionada ao uso da bomba de analgesia controlada pelo paciente durante o pósoperatório de cirurgia cardíaca

Lisa Catherine Miranda do Santos Pereira; Siomara Tavares Fernandes Yamaguti; Tatiane Gloria da Mota

Downloads: 0
Views: 65

Abstract

BACKGROUND AND OBJECTIVES: Acute postoperative pain affects more than 80.0% of patients and approximately 75.0% of cases are described as moderate to severe. Effective pain relief after cardiac surgery has assumed an important role with the introduction of fast track protocols, requiring better monitoring and patient education for its effectiveness. The present study’s objective was to verify if nurses have been playing an active role during pain management, so that this brings positive impacts to the patient in pain control.

METHODS: A cross-sectional, descriptive study with a quantitative approach, with data extracted and collected from the digital platform Research Electronic Data Capture in March 2020, referring to data entered in the period between October 2018 and October 2019, totaling 326 patients in the postoperative period of cardiac surgery who used the electronic patient-controlled analgesia pump (PCA) model CADD-Legacy PCA.

RESULTS: Predominantly male subjects (73.9%), with a mean age of 59.9±14.9 years. Among the characteristics of the PCA pump, intravenous infusion (98.8%) and bolus/PCA mode (98.5%) stood out. There was adequate monitoring of vital signs in compliance in 96.6% of cases, guidance by the nurse at the time of PCA pump installation in 85.9% and pain control after suspension of the PCA pump in 94.2%. With those who had pain controlled after the end of therapy, there was a predominance of pain control in 95% of patients (p=0.11).

CONCLUSION: The results show that well-established protocols, adequate monitoring, and the correct orientation of the patient regarding the use of the device, bring positive impacts after suspension of PCA.

Keywords

Patient controlled analgesia, Postoperative care, Thoracic surgery

Resumo

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dor aguda pós-operatória acomete mais de 80% dos pacientes e, aproximadamente, em 75% dos casos, é descrita como moderada a intensa. O alívio efetivo da dor após cirurgia cardíaca assumiu um papel importante com a introdução de protocolos de via rápida, necessitando de melhor monitoramento e educação do paciente para sua efetividade. O objetivo deste estudo foi verificar se o enfermeiro vem desempenhando um papel ativo durante o gerenciamento da dor, de forma que isso traga impactos positivos ao paciente no controle álgico.

MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal, descritivo e de abordagem quantitativa, com dados coletados da plataforma digital Research Electronic Data Capture em março de 2020, referente aos dados inseridos no período entre outubro de 2018 e outubro de 2019, totalizando 326 pacientes em pós-operatório de cirurgia cardíaca que utilizaram bomba de infusão eletrônica modelo CADD-Legacy ACP.

RESULTADOS: A média de idade foi de 59,9±14,9 anos (n=326), com um público predominantemente do sexo masculino (73,9%). Dentre as características de bomba de analgesia controlada pelo paciente (ACP), destacaram-se via de infusão endovenosa (98,8%) e modo bolus/ACP (98,5%). Houve monitorização adequada de sinais vitais em conformidade em 96,6% dos casos, orientação feita pelo enfermeiro no momento da instalação da bomba de ACP em 85,9% e controle da dor após suspensão da bomba de ACP em 94,2%. Com aqueles que tiveram dor controlada após término da terapia, observou-se predominância do controle álgico em 95% dos pacientes (p=0,11).

CONCLUSÃO: Os resultados mostraram que protocolos bem estabelecidos, monitoramento adequado e orientação correta do paciente quanto ao uso do dispositivo trazem impactos positivos após suspensão da ACP.

Palavras-chave

Analgesia controlada pelo paciente, Cirurgia torácica, Cuidados pós-operatórios

References

Raja SN, Carr DB, Cohen M, Finnerup NB, Flor H, Gibson S. The revised International Association for the Study of Pain definition of pain: concepts, challenges, and compromises. Pain. 2020;161(9):1976-82.

Andrade EV, Barbosa MH, Barichello E. Avaliação da dor em pós-operatório de cirurgia cardíaca. Acta Paulista Enferm. 2010;23(2):224-9.

Miranda AFA, Silva LF, Caetano JA, Sousa AC, Almeida PC. Avaliação da intensidade de dor e sinais vitais no pós-operatório de cirurgia cardíaca. Rev Esc Enferm USP. 2011;45(2):327-33.

Duarte SCM, Stipp MAC, Mesquita MGR, Silva MM. O cuidado de enfermagem no pós-operatório de cirurgia cardíaca: um estudo de caso. Esc Anna Nery. 2012;16(4):657-65.

Souza VS, Corgozinho MM. A enfermagem na avaliação e controle da dor pós-operatória. Rev Cient Sena Aires. 2016;5(1):70-8.

von Elm E, Altman DG, Egger M, Pocock SJ, Gøtzsche PC, Vandenbroucke JP. The Strengthening the Reporting of Observational Studies in Epidemiology (STROBE) Statement: guidelines for reporting observational studies. Int J Surg. 2014;12(12):1495-9.

Souza DC, Alves LB. Consequências da dor pós-operatória e implicações clínicas da dor pós-operatória não tratada. Rev Dor. 2017;18(1):14-9.

Lima LR, Stival MM, Barbosa M, Pereira LV. Controle da dor no pós-operatório de cirurgia cardíaca: uma breve revisão. Rev Eletr Enferm. 2008;10(2):521-9.

Silva MAS, Pimenta CAM, Cruz DALM. Treinamento e avaliação sistematizada da dor: impacto no controle da dor do pós-operatório de cirurgia cardíaca. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(1):84-92.

Kraychete DC, Siqueira JT, Garcia JB. Recommendations for the use of opioids in Brazil: part I. Rev Dor. 2013;14(4):295-300.

Lima LR, Stival MM, Barbosa M, Pereira LV. Controle da dor no pós-operatório de cirurgia cardíaca: uma breve revisão. Rev Eletr Enferm. 2008;10(2):521-9.


Submitted date:
06/08/2021

Accepted date:
04/06/2022

62e0525ca953951fdd466623 brjp Articles

BrJP

Share this page
Page Sections